10 melhores peixes para aquário pequeno ou aquário nano (e a saga de um pai aquarista)

 



Antes dos 10 melhores peixes, deixa eu contar minha experiência com a montagem de um aquário pequeno:

Aquários pequenos com até 40 ou 50 litros são realmente adoráveis e já caiu no gosto de muita gente, mesmo daqueles que já possuem aquários maiores. A gente sempre tem um espaço em casa para colocar um aquário pequeno e muitas vezes ele acaba te dando aquela bioconexão, aquele charme para um canto morto de uma sala ou um quarto. E ele ainda pode te surpreender ao te dar mais prazer do que aquele seu aquário maior.


Isso aconteceu comigo!


Minha filha de quase 5 anos queria ter um aquário só para ela, não gostava mais dos peixes do meu aquário de quase 200L e queria colocar só dos peixes pequeninhos que ela gostava. Coisas de pré-adolescente!


Quando ela comunicou a mãe (sim, o verbo é esse mesmo, apenas comunicou!) a maior autoridade em questão nem reclamou, imagina se fosse eu sugerindo montar mais um aquário?


Devidamente aprovada, vamos às questões práticas... onde ele ficaria? Quarto de criança já tem muita coisa e não tínhamos muito espaço, a solução minha filha mesma quem deu, “tira esse abajur dessa cômoda e a gente coloca ele ali!”. Essa é a vantagem de um aquário pequeno, não precisamos de móvel próprio, sistemas complexos de filtragem e de iluminação, qualquer criado, canto de aparador ou cômoda já deve servir (tudo bem, nem todas elas aguentam, mas se forem feitas de bom material e você não exagerar no tamanho do aquário, aguentarão certamente, testem antes, não me culpem depois!) sentei em cima da cômoda e ela me aguentou, (que isso papai? Também quero sentar aí!) método mais cientifico que esse, desconheço... e para apaixonado pelo hobby, montar um novo aquário e coçar, é só começar.


Vamos a montagem... daí você vê como é mais fácil, o aquário não ficou caro, é um cubo de 35 x 35 x 35 (42 litros), a luminária mais barata já serve, o filtro hang-on mais barato já é o suficiente, apenas 5 quilos de substrato, uma raiz pequena pra dar aquele visual de quem nasceu, cresceu e morreu ali mesmo e eu me perguntando porque não fiz isso antes...? Tudo montado, umas plantas para ajudar na ciclagem e vamos planejar a fauna.


E não é que a danadinha escolheu muito bem! Queria camarões (do vermelho e do azul!) e alguns peixinhos pequenos com uma cobrinha Kuhli que ela achou linda e sempre quis ter.


O resultado é que curtir os camarões se reproduzindo e os peixes pequenos, ativos e muito coloridos do aquário dela me deram muito mais prazer durante muito tempo do que o meu próprio aquário, já montado e com peixes há mais de 4 anos.


Me desculpem com o avançar do texto, isso realmente aconteceu assim mesmo e o tamanho do aquário não foi proporcional ao prazer que ele nos deu. Curtimos demais a montagem e a escolha dos animais que estão nele até hoje.


Mas vamos então aos nossos 10 melhores peixes para um aquário pequeno:

 

 


1. Micro Rásboras Galaxy e Esmeralda






As Rásboras Galaxy e Esmeralda, apesar desses nomes, são na verdade Dânios, mas você não precisa ser taxonomista para saber disso, o mais importante são suas cores vivas em azul profundo e cheio de estrelas e o vermelho vivo nas pontas de suas nadadeiras das Galaxy ou belas listras azuis como nos tigres das Esmeraldas. Seu tamanho é um destaque à parte, atingem no máximo 2,5cm, mas o comum é ficarem por volta dos 2cm. 




São peixes de cardume e ficarão muito bem com pelo menos 6 indivíduos, acredite, o tamanho do seu aquário não será impedimento, por isso, evite colocar menos do que isso, ou poderão ficar tímidas e arredias. Não incomodam ninguém e os machos vão apresentar cores muito vistosas e se tiver pelo menos dois, se enfrentarão em “duelos” muito legais de se observar. Desovam com muita frequência no aquário, principalmente logo cedo ao nascer do sol, mas os ovos e as crias não vão pra frente em um aquário comunitário e sem alimento para os alevinos, mas fica a dica se quiser avançar no hobby!


Ficou interessado e quer saber mais sobre elas ou como comprar, clique aqui



Cobrinha Kully






A cobrinha Kuhli é um show a parte, com seu corpo esguio e com cores muito marcantes e bonitas, será a cereja do bolo de qualquer aquário pequeno, as Kuhlis são na verdade bótias adaptadas pela natureza. Não se assuste com o tamanho medido pelo comprimento, que pode chegar aos 8 cm ou mais, é um peixe de pequeno porte, com corpo muito fino e próprio para um nano aquário. São muito pacíficas e também não vão incomodar ninguém mais no aquário. Passam ao lado dos camarões e vão se alimentar das rações que sobram no fundo. Aliás, no início, quando ainda não conhecem bem seu aquário, ficarão mais tempo escondidas até se sentirem seguras para explorar o aquário com a iluminação acessa, mas fizemos disso um momento bem legal de procurar e encontrar a cobrinha, que depois passou a nos reconhecer como alimentadores e já saía quando nos via no horário da ração.


Ficou interessado e quer saber mais sobre elas ou como comprar, clique aqui

 


Tetra Tucano






Talvez este seja um dos peixes mais bonitos que colocamos no nosso aquário, possuem uma beleza única e um tom amarelo avermelhado que contrasta com a faixa intensamente preta ao longo do corpo. O Tetra Tucano é natural dos rios da amazônia e muito procurado no exterior pelo seu tamanho diminuto e por usa beleza única. É um dos peixes mais ativos do aquário, abandonando o cardume para atacar a comida e retornar rapidamente ao ponto de partida em uma velocidade incrível. Os machos dão um show a parte com belíssimos “duelos” de exibicionismo. Evite comprar menos de 6 indivíduos, por serem mais caros devido a sua competição com o mercado de exportação, vale a pena juntar uma graninha para comprar um pequeno cardume, pois a presença de machos e fêmeas estimula a competição entre eles e seu comportamento se mostrará mais natural. Com um pequeno cardume de Tetras Tucano você poderá observar seu comportamento social natural, você não se arrependerá!


Ficou interessado e quer saber mais sobre elas ou como comprar, clique aqui



Tetra Foguinho






O tetra Foguinho ou Amandae é um pequeno peixinho daqui do Brasil, com um tom laranja-avermelhado bastante intenso e muito utilizado em pequenas montagens, seu contrate com o verde das plantas irá valorizar sua montagem dando vida e cor ao seu aquário. O tetra Foguinho é reproduzido em cativeiro atualmente e possui fácil dimorfismo sexual, as fêmeas ficam maiores e ao acumular óvulos vão ficando com o ventre bem grande antes de desovarem, já os machos ficam menores e mais esguios, apresentando um tom vermelho mais intenso ao longo do corpo. É um dos peixes mais resistentes que conheço, se movimentam por todo o aquário e são bastante ativos, principalmente no momento da alimentação. Se quiser colocar um pouco de cores quentes no seu aquário, certamente você precisa incluí-lo na sua lista.


Ficou interessado e quer saber mais sobre elas ou como comprar, clique aqui



Coridora Anã Pigmeu






A Coridora Anã Pigmeu é a menor coridora do mundo, tão pequenas que se parecem mais com filhotes de outras coridoras. Raramente ultrapassam os 2 cm, são originárias do rio Madeira na divisa do estado do Amazonas com o Acre. São difíceis de serem encontradas no mercado interno devido a sua intensa comercialização com outros países. Como outras coridoras, são peixes de cardume e é muito divertido vê-las nadando em fila desorganizada pelo aquário. Muitas vezes saem do fundo e nadam pelo meio do aquário para “farejar” alimento, que aliás comem de tudo que encontrarem, desde resto de ração, rodelas de legumes a folhas de amoreira fervida, que apreciam bastante. As Coridoras Anãs Pigmeu são a melhor opção de peixes de fundo para aquários pequenos ou nanos e assim como as outras coridoras são bastante divertidas e um charme com seu rebolado constante a procura de alimento entre o substrato.


 Ficou interessado e quer saber mais sobre elas ou como comprar, clique aqui



Otocinclus (Limpa vidro)





Com o dia a dia corrido que temos, deixar alguém encarregado da limpeza fina dos cantinhos do seu aquário não tem preço. Os Otos são a melhor escolha para esse serviço, mas aqui vamos fazer diferente, evite colocar muitos, pois seu aquário é pequeno e eles precisam da fibra do biofilme para um correto funcionamento do seu intestino, se tiver um pequeno tronco para eles ficarem sugando o tanino melhor ainda, então não coloque mais do que dois ou três, e tenha certeza de que está sobrando ração o suficiente para eles, pois precisam de proteína para se desenvolverem saudáveis. Se não estiver sobrando ração o suficiente, considere uma ração própria de fundo após as luzes se apagarem para que se mantenham sempre bem nutridos.


Ficou interessado e quer saber mais sobre elas ou como comprar, clique aqui



Agulhinha






Este peixinho originário do sudeste asiático é uma sugestão bastante interessante para uma região do aquário onde poucos peixes costumam permanecer durante muito tempo. Com seu corpo exótico e evoluído para ficar no espelho d’água, ele irá dar vida a parte de cima do seu aquário descendo muito poucas vezes para a parte de baixo. Seus botes nos alimentos são um show à parte, literalmente atacam a ração, mas em um movimento lateral muito rápido para que sua boca em formato de agulha possa passar por baixo da comida para que fique em posição exata para entrar em sua boca. Outra característica que agrada muito as crianças e também aos marmanjos papais, é que são vivíparos e já soltam os filhotes já formados e quase que idênticos a eles, portanto, não se assuste se eventualmente ver pequenos hifens ” – “ nadando na superfície do seu aquário. A sexagem do Agulhinha é bastante fácil e na Kauar podemos escolher casais para que possa ter essa experiência em sua casa.


Ficou interessado e quer saber mais sobre elas ou como comprar, clique aqui 



Mini arraia






A Mini arraia é uma opção aos otocinclus, são bótias adaptadas pela natureza às corredeiras de rios de Bórneo e adoram vasculhar todos as superfícies atrás de algas e biofilme, por serem importadas, são uma opção mais cara em relação a outros peixes limpadores, mas certamente seu belo formato exótico cativa os mais exigentes olhares por sua beleza e charme únicos. É também aquele peixinho que pode ser pensado como destaque da sua montagem, pois por serem bastante ativos, sempre aparecerão em movimento por todo aquário. As crianças e os adultos vão adorar quando estiverem grudadas no vidro da frente, pois seu corpo embaixo da sua “saia” é transparente e nos permite observar seu coração batendo freneticamente enquanto desliza pelo vidro do seu aquário.


Ficou interessado e quer saber mais sobre elas ou como comprar, clique aqui

 


Nano cascudo Pingo de ouro





O Nano cascudo Parotocinclus Pingo de ouro é uma opção intermediária em relação a preço entre a mini arraia e o limpa vidro (Oto), criados em cativeiro atualmente, sua linda marcação com o corpo preto e salpicado de estrelas brancas vão valorizar a parte de baixo do seu aquário. Ao contrário dos Otos, os Parotocinclus possuem comportamento mais parecido com os dos cascudos, preferindo ficar mais no fundo do aquário e não se movimentando tanto freneticamente como os Otos fazem. Mas possuem as mesmas necessidades alimentares dos Otos, por isso, certifique-se de que esteja sobrando alimento de qualidade para eles.


Ficou interessado e quer saber mais sobre elas ou como comprar, clique aqui 




Neon verde






O neon verde será uma ótima opção se quiser dar um brilho no seu aquário. O Neon verde é o menor neon entre seus primos Neon Cardinal e Neon Innesi. Se caracteriza pelo vermelho bem fraquinho na parte de baixo do corpo, mas em compensação, é o que possui o brilho mais forte entre os três, variando seu brilho entre um azul e o verde, mesmo com pouca luz incidindo no aquário. Apesar de ser o menor, é o mais ativo dos três e o que mais gosta de nadar em cardume, por isso, evite colocar menos do que sete indivíduos, mesmo que seu aquário seja bem pequeno, pois dificilmente passará dos 3 cm, com os machos, mais finos, ficando por volta dos 2,5 cm.


Ficou interessado e quer saber mais sobre elas ou como comprar, clique aqui

 


Bonus:


Camarões Neocaridinas





Apesar de ter citado os 10 melhores peixes para aquários pequenos, se tiver oportunidade, não deixe de ter alguns camarões neocaridinas nesse aquário, são animais fantásticos, resistentes e que dão uma graça a qualquer montagem nano. Literalmente enchem de cor qualquer aquário pequeno. Deixe para colocar os camarões somente com o aquário já maturado e muito bem ciclado, pois sua única fraqueza são os nitrogenados (amônia, nitrito e nitrato), por isso, nada de ciclagem quase no fim e já posso colocar. Faça tudo com paciência e será recompensado com um lindo tapete colorido e belíssimos filhotes convivendo com seus pais, lado a lado.


Sim, já tivemos todos os peixes acima junto com eles, com parâmetros que eram compatíveis com todos eles para um projeto de um aquário comunitário. Se fosse um projeto para um aquário biótopo, muitos peixes não seriam considerados, dependendo do biótopo que seria desejado.


O mais importante nesta montagem era curtir um aquário pequeno em tamanho, mas com enorme beleza e capacidade de bioconexão, mas principalmente gerar conhecimento para uma criança (e também para um adulto) ávida por experiências diferentes e já querendo ter algo seu para cuidar e interagir. Este aquário já está montado há mais de quatro anos e tem sido muito prazeroso acompanhar a sua evolução e a dos seus peixinhos, pois até hoje ele nos mostra algo novo em cada fase do seu desenvolvimento, assim como o da sua tutora.


 Ficou interessado e quer saber mais sobre elas ou como comprar, clique aqui

 

 

10 melhores peixes para aquário pequeno ou aquário nano (e a saga de um pai aquarista) 10 melhores peixes para aquário pequeno ou aquário nano (e a saga de um pai aquarista) Reviewed by Kauar on agosto 04, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário